O produtor visionário, que tem como objetivo o aumento dos seus lucros, deve conhecer os meios necessários para que em cada etapa da produção ele alcance seu melhor desempenho para um ganho satisfatório. Diante de tantos desafios que estão “da porteira pra fora”, ou seja, gerados por fatores externos, que influenciam em sua produção, como clima, mercado interno e externo, falta de tecnologias, entre outros, torna-se fundamental que o agricultor domine o conhecimento necessário para aperfeiçoar seus métodos de produção. Dentre as estratégias que devem ser usadas no processo produtivo estão o uso da tecnologia adequada, redução de insumos de produção e agregação de valor ao seu produto.

O avanço tecnológico possibilitou a criação de tecnologias voltadas para a agricultura, que auxiliaram o produtor na obtenção de um melhor desempenho produtivo. As maiores finalidades das inovações técnicas são o aumento da eficiência e praticidade para o homem do campo, graças a sua contribuição na diminuição da perda durante a produção, aumento da produtividade e o manejo mais prático da mão de obra.

Além disso, em qualquer cadeia produtiva uma das estratégias utilizadas para obtenção de lucro é a redução dos insumos de produção, que pode ser obtida pela redução da mão de obra, gerada também pelo avanço tecnológico, e o uso adequado dos produtos usados na produção, como fertilizante e defensivos.

Ademais, outro elemento importante para o ganho do agricultor é a agregação de valor ao produto final, que é obtida se conservando a qualidade produtiva do começo ao fim, do cultivo à pós-colheita. Tornando-se indispensável o uso do manejo técnico em todos os estágios da produção. 

Conclui-se, portanto, que o desafio do produtor é alinhar qualidade e produtividade. Só assim seu objetivo final será alcançado.  

 

Consultor Agronômico – Michael Santiago de Vasconcelos