PRÁTICAS DE CONSERVAÇÃO DO SOLO EM LAVOURAS CAFEEIRAS

TERRACEAMENTO

A prática de terraceamento da lavoura, para combater a erosão causada pelo escoamento da água da chuva e facilitar a entrada de máquinas nos cafezais, é uma das alternativas para viabilizar a cafeicultura de montanha.

A técnica baseia-se na criação de terraços através do parcelamento de rampas niveladas. Quando bem planeado e bem construído, reduz as perdas de solo e água pela erosão e previne a formação de sulcos e grotas. Esses tipos de lavouras são comuns em regiões do sul e sudeste da Ásia, na China e no Japão, e utilizados principalmente na produção de arroz.

De acordo com o técnico agropecuário, Denilson Figueiredo, “o terraceamento na China é mais complexo, pois precisa ser inundado para ter o cultivo do arroz”, explica. Na cafeicultura, não há a necessidade da inundação e a técnica se mostra bastante eficaz para garantir uma boa produtividade.

Localizadas em grandes altitudes e altas declividades, as plantações de café no Estado sofrem com a dificuldade da mecanização e os altos custos de produção, principalmente com mão de obra, que são maiores do que em outras regiões mais planas.     Para minimizar esses impasses, a prática tem crescido nessas regiões de maior declive como alternativa para aumentar a competitividade da cafeicultura e reduzir os custos com a colheita manual.

É uma técnica também de preservação de solo, porque aumenta a infiltração de água no solo ajudando no desenvolvimento das plantas e no perfil de solo. Os pés de café ficam no barranco, entre uma rua e outra, e as operações são realizadas dos dois lados. O desaterro é realizado com tratores de esteira, que à medida que remove a terra de uma rua, deslocam esse material para a outra, garantindo uma o aproveitamento do solo. Além disso, concentra a matéria orgânica da superfície justamente na faixa de adubação que já vinha sendo utilizada. Ou seja, a perda de raízes quase não ocorre.

A implantação do terraceamento é indicada nos períodos de poda das lavouras: recepa ou esqueletamento, para garantir maior facilidade nos trabalhos com o solo.

CURVAS DE NÍVEL

A plantação de café vem despertando, novamente, um grande interesse nos agricultores brasileiros, não só devido aos bons preços que a saca do café vêm alcançando no mercado, mas também pelas modernas técnicas de cultivo, o que possibilita a obtenção de uma produtividade bem mais elevada.

Entre as técnicas empregadas no cultivo do café, podemos mencionar a utilização das curvas de nível, que é o nome usado para designar uma linha imaginária que agrupa dois pontos que possuem a mesma altitude. Por meio dela são confeccionados os mapas topográficos, pois a partir da observação o técnico pode interpretar suas informações através de uma visão tridimensional do relevo. Uma curva de nível refere-se a curvas altimétricas ou linhas isoípsas (ligam pontos de mesma altitude), essa é a mais eficiente maneira de representar as irregularidades da superfície terrestre (relevo). 

Os trabalhos de curva de nível para o plantio da lavoura evita perdas de solo e erosão, obtém melhor aproveitamento da água e manejo da cultura nas diferentes fases desde a implantação, formação e produção. As atividades realizadas na propriedade tiveram por objetivo difundir essas técnicas de manejo e conservação do solo para cultura.

CORDÃO DE CONTORNO

Os cordões de contorno vegetais, também chamados de “franjas”, barreiras vegetadas ou “cercas vivas”, têm o papel de aumentar a diversidade vegetal entre as áreas cultivadas e em torno delas; servir de proteção para os cultivos; e aumentar a diversidade na propriedade. Os cordões de contorno podem ser formados por uma ou várias espécies, incluindo a própria vegetação natural e espécies de interesse econômico para o agricultor como: banana, café, mamão, plantas medicinais, ornamentais e outras. Tanto árvores como cercas vivas permanentes e cercas vivas temporárias podem fazer parte dos cordões, sendo que quanto maior a diversidade nos cordões de contorno, maiores benefícios serão alcançados.

            No cafeeiro o cordão de contorno visa criar um ambiente favorável à proliferação de inimigos naturais, bem como o controle de entrada de doenças e patógenos, além de oferecer resistência aos ventos e controle da radiação solar. 

CAIXA DE CONTEÇÃO DE ÁGUA (CAIXA SECA)

Durante o período de chuvas intensas, grande parte dos municípios brasileiros sofre com as enchentes. Até na zona rural esse problema ocorre, levando prejuízos para os produtores. A água da chuva arrasta o solo morro abaixo e destrói estradas, impedindo o escoamento da produção, assoreando córregos e rios. Em tempo de seca, o problema se inverte, mas também provoca danos.

Para resolver esse desequilíbrio, a técnica da caixa seca vem sendo empregada nas estradas com sucesso. Ela nada mais é que um buraco cavado em encostas nas margens das estradas que capta a água da chuva e os sedimentos levados por ela. O método evita enxurradas, voçorocas, assoreamento dos rios e depredação das estradas. Além disso, contribui para o abastecimento do lençol freático e a vazão dos rios.

Eng. Agrônomo e Téc. em Agropecuária Frankciano Rosa Mendes

 

Referencias Bibliográficas:

 (Café: Terraceamento otimiza produtividade e contribui para preservação do solo). Disponível em: < http://revistacafeicultura.com.br/index.php?tipo=ler&mat=61278&cafe–terraceamento-otimiza-produtividade-e-contribui-para-preservacao-do-solo.html> Acesso em: 10/04/2019).

(Novas técnicas no cultivo do café). Disponível em: < http://revistacafeicultura.com.br/?mat=20865> Acesso em: 10/04/2019).

(Emater-RO orienta sobre sistema de curva de nível para implantação de café clonal.). Disponível em: < http://www.emater.ro.gov.br/ematerro/2017/11/03/emater-ro-orienta-sobre-sistema-de-curva-de-nivel-para-implantacao-de-cafe-clonal/> Acesso em: 10/04/2019).

(Curva de nível). Disponível em: < https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/curva-nivel.htm> Acesso em: 10/04/2019).

(CORDÕES DE CONTORNO). Disponível em: < http://www.agroecologia.gov.br/sites/default/files/publicacoes/4-cordoes-de-contorno.pdf> Acesso em: 10/04/2019).

(Como fazer caixa seca. Técnica tem demonstrado bons resultados no combate à seca e à formação de voçorocas). Disponível em: < https://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-fazer/noticia/2013/12/como-fazer-caixa-seca.html> Acesso em: 10/04/2019).